Aula de Geografia conta com presença de escritora

Publicação 23/05/2017

Haydê morou na Ilha Anchieta e relata a história da revolução de 1952

Os alunos do 7º ano do Ensino Fundamental I da Escola de Aplicação Dr. Alfredo José Balbi receberam, no dia 23 de Abril, a visita de Maria Haydê Palma, que veio contar as experiências e histórias que viveu na revolução dos presidiários em 1952, na Ilha Anchieta, em Ubatuba.

A professora de Geografia Valéria Regina Duarte foi a responsável pela atividade e explica os motivos da realização da palestra. “No começo do ano, os alunos estudaram as revoluções que aconteceram na época, e achei que seria importante que eles conversassem com alguém com experiência e vivência no assunto”, diz a docente.

Haydê é autora de um livro chamado “Lembranças que o tempo não apaga”, em que conta detalhes das histórias que passou enquanto morava na Ilha Anchieta. “Fiquei dois dias como refém dos prisioneiros dentro do presídio e vi pessoas com as quais me importava sendo assassinadas na minha frente”, conta.

O aluno Adriano Oliveira afirma que ficou encantado com a experiência da autora. “A aula foi muito legal por ela ter contado tudo o que passou na revolução. Mostrou que sempre devemos superar os obstáculos da vida”.

 

Maria Eduarda Chagas/ Leonardo Nicolini

Escola de Aplicação / UNITAU

Foto: Leonardo Oliveira/UNITAU