A história por trás de Bhaskara

Publicação 13/06/2019

A formula de Bhaskara é conhecida por auxiliar os estudantes na resolução de equações

Você sabia que o Bhaskara Akaria, homenageado com o nome de uma famosa fórmula não é o verdadeiro criador do método? “O nome de Bhaskara relacionado a esta fórmula aparentemente só ocorre no Brasil” e ressalta “Não há está referência na literatura internacional”, explica a Profa. Ma. Ana Clara da Mota, do Departamento de Matemática da Universidade de Taubaté (UNITAU).

A história da fórmula

Problemas que utilizam equações do segundo grau já apareciam em textos escritos pelos babilônios há mais de quatro mil anos, nas tábuas cuneiformes.

Uma das curiosidades é que as regras eram descritas por extenso a partir dos procedimentos para resolver uma equação. “Tinham a forma de poesias que iam descrevendo as operações que precisavam ser realizadas para resolver o problema” explica a Profa. Ana Clara, e destaca “Quinhentos anos depois de Cristo, possivelmente, os indianos já usavam várias regras para resolver equações”.

Até o fim do século XVI, a fórmula que conhecemos hoje ainda não era utilizada para obter as raízes de uma equação do segundo grau.

A representação utilizando letras para indicar os coeficientes começou a ser desenvolvida com François Viète, um matemático francês que viveu entre 1540 a 1603, e foi o executor da primeira notação algébrica sistematizada, além de colaborar para a teoria das equações.

Bhaskara nem chegou a conhecer a famosa fórmula. Ela surgiu na Matemática só 400 anos depois de sua morte.

Bhaskara na prática

 “Hoje a importância da fórmula de resolver a função quadrática é interessante por que resolve a equação de 2º grau com mais praticidade” explica o Prof. Ademir Kobayashi, de matemática do Ensino Médio, do Colégio UNITAU.

 “O ponto que os alunos encontram dificuldade é na resolução da raiz quadrada sem o uso da calculadora’’ relata o professor.

Uma das maneiras simples de solucionar a equação sem o uso da calculadora é: Multiplicar ambos os membros da equação pelo número que vale quatro vezes o coeficiente do quadrado e some a eles um número igual ao quadrado do coeficiente original da incógnita. A solução desejada é a raiz quadrada disso.

Vanessa Soares

Colégio UNITAU